Sábado , 20 Julho 2019
[wds id="3"]

Frutas continuam caras em Belém, mostra pesquisa

Pesquisa divulgada hoje pelo Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese) mostrou que boa parte das frutas consumidas em feiras e supermercados ficaram mais caras em Belém no mês passado. O maior reajuste foi no quilo da goiaba vermelha (12,31%), que passou de R$ 5,77 em abril para R$ 6,48 em maio. Também ficaram mais caros o quilo do limão (4,23%), da melancia (3,61%), do melão amarelo (1,40%) e da laranja pera (1,22%). Em contrapartida, algumas frutas ficaram mais baratas, como os quilos do mamão (-11,23%), maracujá (-9,37%), abacate (-8,97%) e a unidade do abacaxi (-2,49%).

Ainda de acordo com os estudos de Dieese, no acumulado do ano, entre janeiro e maio, a maioria das frutas pesquisadas apresentaram aumento de preço, sendo o principal do quilo do mamão (45,19%), que passou de R$ 3,60 em abril para R$ 4,98 em maio. Além dele, tiveram reajuste o maracujá (33,33%), goiaba vermelha (21,80%), banana prata (17,07%), melancia (3,61%) e melão amarelo (1,40%). Neste período, as frutas que apresentaram queda de preço foram o quilo do abacate (-46,04%), limão (-37,27%), laranja pera (-8,79%) e a unidade do abacaxi (-4,22%). A tendência, segundo o Dieese, é de que o mês de junho continue apresentando alta.

Fonte: O Liberal (Texto e Foto)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

[wds id="3"]