Domingo , 15 Setembro 2019

Taxistas desmentem bloqueios previstos para hoje, mas ameaçam novos atos

A informação de que taxistas fecharão vias novamente nesta sexta-feira, após os protestos registrados na quarta (23), é boato, diz a categoria. A notícia de que eles fariam novas manifestações em Belém circulou em um aplicativo de mensagens instantâneas.

A Comissão “Limitação Já” garante: não há nenhum fechamento de via previsto para essa sexta-feira (25), organizado pela classe dos taxistas de Belém. De acordo com Abílio Lisboa, integrante da comissão, a notícia que circulou em grupos de WhatsApp é fake news – e a categoria pretende, primeiramente, esperar os resultados da reunião com o prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho, programada para as 17h de hoje (25).

NOVOS ATOS

“Cerca de 20 taxistas vão participar da reunião que está programada para hoje, sendo que 16 são da comissão e quatro do sindicato. Iremos nos concentrar nas proximidades do Ver-o-Rio e seguiremos para a Prefeitura de Belém em comboio, mas não há nenhuma previsão de bloqueio de vias”, afirmou Abílio, acrescentando que “tudo depende do resultado da reunião, da posição do Zenaldo”.

“Os áudio que vazaram no WhatsApp não são nossos. Porque se fôssemos fechar, íamos fazer de manhã cedo. Primeiro a gente vai para a reunião para ver a posição dele [prefeito]. Nosso jurídico irá conosco e, se conseguirmos o que a gente quer, que é a fiscalização, tudo segue normal. Se não, vamos para a rua”, prometeu.

Bloqueio da quarta, em São Brás: atos podem se repetirBloqueio da quarta, em São Brás: reunião esta quinta com prefeitura (Igor Mota)

PRESSÃO

O boato surgiu depois que os taxistas fecharam diversas vias da capital em protesto pela maior regulamentação dos aplicativos de mobilidade urbana, ocorrido na última quarta-feira, 23, e que resultou em engarrafamentos durante todo o dia em diversos bairros de Belém.

Na data, a Prefeitura de Belém informou que a reunião para a apresentação do regulamento municipal para os aplicativos de transporte, programada para esta sexta-feira, 25, já estava agendada antes do protesto da categoria. Na ocasião,  a administração municipal declarou não entender o porquê da manifestação.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*